Estadia na Disneyland Paris

Em Novembro de 2017 passámos uns dias na Disney, porque era um sonho de ambos e especialmente por já estar aberta a época de Natal. Foi trabalhoso arrancar com este plano e definir o orçamento, mas agora fá-lo-ia “com uma perna às costas”. Reservámos tudo com bastante antecedência, quase 06 meses! Através deste artigo vou tentar responder às questões que eu própria tinha, antes de realizar a viagem, e no final colocarei todos os links úteis. Comprámos os vôos para Paris à parte.

  • Parques de diversões na Disneyland Paris

Há dois parques, o Walt Disney Studios e o parque Disneyland. O primeiro é mais virado para os temas de Hollywood, e talvez mais para os adultos, enquanto o segundo traz-nos o lado mais clássico da Disney e os mundos de aventura e magia.

O parque Disneyland é muito maior e encontra-se dividido em quatro áreas, com temas e ambientes distintos: Fantasyland, Frontierland, Adventureland e Discoveryland.

É possível adquirir bilhetes apenas para um parque, ou que incluam ambos. Para usufruir de tudo aconselho no mínimo uma manhã para o Walt Disney Studios e dois dias para o parque Disneyland.

www.lugarajanela.com_0357
Os nossos bilhetes
  • Como e onde reservar a viagem

A nossa escolha recaíu sobre a agência Abreu, e fizemos a reserva directamente no site. Nunca viajo por agência mas nesta ocasião convinha encontrar alguma promoção, e foi o caso. Ou seja, dica número um: estejam atentos às promoções das agências de viagem; subscrevam as newsletters da Abreu e da Solférias (o operador oficial da Disney em Portugal).

No site da Disney estava também disponível a mesma promoção, mas pela Abreu ficou ligeiramente mais barato. Se soubesse o que sei hoje teria comprado directamente à Disney, pois comprar por agência pouco adiantou em termos de apoio ao cliente. A principal vantagem de comprarem um pacote a uma agência será incluirem logo vôos, se não quiserem ter o trabalho de marcar à parte.

Se assim o desejarem também podem dispensar os pacotes de viagens e construir a vossa própria viagem, comprando apenas os bilhetes para os parques directamente com a Disney.

  • A escolha do hotel

Nós fomos para o mais barato: o hotel Santa Fé. Do nosso ponto de vista, e pelos nossos gostos e exigências, não se justificava a diferença de preços para os outros hotéis. É um hotel normal, com área de estacionamento, bar, lojas e decorado com o tema dos Carros. Em termos de arquitectura paisagista está genial, transporta-nos mesmo para a Route 66.

www.lugarajanela.com_0360
A zona da recepção
www.lugarajanela.com_0350
O nosso quarto

Penso que o mais importante a ter em conta é a distância entre o hotel e os parques. O nosso ficava mais longe, o que implicava uns 15 minutos de caminhada. Mas para contornar isso, até porque grande parte dos clientes tinha crianças e carrinhos de bebé, a Disney disponibiliza autocarros gratuitos frequentes para levar e trazer as pessoas dos parques. Todas as manhãs utilizámos esse transporte, mas por várias vezes regressámos a pé. O caminho é agradável, sempre junto ao rio e com a envolvência da Disney.

Além do factor distância, haverá certos pormenores no conforto do quarto ou na decoração que podem agradar mais/menos a diferentes pessoas. O hotel Cheyenne tem o tema do Toy Story. O Sequoia tem toda a envolvência do bosque e dispõe de uma piscina aquecida. O hotel da Disney é um sonho de princesas, etc. Aquando da reserva terão sempre ao vosso dispôr a lista de todos os hotéis e respectivos preços e características, o que nos leva ao ponto seguinte.

  • Alimentação e escolha do regime

Aqui até me apetece meter um ALERTA, porque eu já sabia que era caro, mas mesmo assim ainda apanhei um choque (e vivo na Noruega!). Exemplo: um menu com hambúrguer, bebida e sobremesa… 15€! Eles abusam mesmo nos preços. Se forem para a Disney passar uns dias contratem Meia-Pensão. Não optem só pelo pequeno-almoço, não compensa. E Pensão Completa será demais, na minha opinião, porque tira liberdade e tempo para aproveitar os parques.

Para além dos parques existe a Disney Village, um género de centro comercial ao ar livre que todos podem frequentar, e oferece entretém depois do fecho dos parques. Atenção: pelo que vi, os preços lá são ainda mais altos do que dentro dos parques. Paguei 05€ por um crepe com Nutella, e 04€ pelo mesmo no parque.

Indo em Meia-Pensão, no momento do check-in recebemos vouchers para usar ao pequeno-almoço e numa refeição à escolha. Em cada um desses vouchers tínhamos a lista dos restaurantes onde os podíamos usar, dentro e fora dos parques. Não tivemos direito a pequeno-almoço no hotel (penso que por reservarmos pela Abreu), havia uma diferença a pagar, por isso comemos sempre num restaurante no Walt Disney Studios. Preferi assim, mas pode não ser prático para quem tenha crianças – fica a nota.

  • As horas mágicas

Quem fica alojado nos hotéis oficiais da Disney tem direito manhãs mais longas nos parques. Os parques abrem às 10h, e nós podemos entrar às 08.30h. Isso é excelente, porque o maior problema da Disney são as multidões, e a esta hora já temos personagens nos parques e podemos explorar os recantos sem a confusão habitual. Algumas atracções já estão em funcionamento, mas não todas. Só por este pormenor eu voltaria (e voltarei) a ficar num hotel da Disney.

Importante: para que vos deixem entrar durante essas horas mágicas, têm que apresentar o documento abaixo, que vos será entregue no momento do check-in.

www.lugarajanela.com_1166

  • O fast-pass

Ao lado da entrada da maioria das atracções há uma área especial para tirar o fast-pass. Isto na prática consiste numas máquinas onde passamos o nosso bilhete, e que por sua vez emitem um outro bilhete que nos indica uma hora para regressarmos ali. Ao regressar entregamos o fast-pass e entramos directamente para a diversão, evitando as filas.

www.lugarajanela.com_0937
Exemplo de um fast-pass
  • Transfer

A Disney proporciona um serviço de transferes pago à parte, o Magical Shuttle – tanto para CDG como Orly. Utilizámos no dia da partida, foi pontual e confortável. A paragem é em frente à recepção do hotel.

  • Links úteis

Site oficial da Disney
Disney Hotel Santa Fé
Magical Shuttle
Promoções da Disney na agência Abreu
Solférias Disney

Um dia em Paris, a parte inicial desta viagem!

*******

Penso que resumi o que poderá ser útil, para que qualquer um perca as dúvidas e comece a planear a sua escapadinha mágica! Acreditem que vale bem o investimento. No próximo artigo partilharei um pouco da minha experiência pessoal na Disney, assim como as atracções de que mais gostei.

Façam perguntas à vontade, na secção dos comentários ou por contacto directo. Se ainda não nos seguem no Facebook, aqui fica o link directo para a página. Um like dá muito jeito e poderá fazer uma grande diferença. Obrigada. 🙂

Boas viagens!

9 thoughts on “Estadia na Disneyland Paris

Add yours

  1. já tive a sorte de lá ter estado por duas, primeiro a filha só tinha 4 anos, depois, quis revisitar com 12, e a magia continuava. Vejo que agora ainda há mais para usufruir. é um espaço maravilhoso,. eu, apesar da idade que tenho, sou fascinada neste universo.
    boa semana.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Um Site da Web WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: