No comboio

Estou a viajar, desta vez de comboio, pela Noruega. Fiz uma coisa que nunca faço: trouxe o computador comigo. Pensei que era uma boa oportunidade para exercitar a escrita criativa. Neste momento estamos parados num sítio chamado Rena. 🙂 A viagem não é directa, e já trocámos de comboio uma vez, em Hamar.

Estou sentada onde, onde? Não adivinham!? Claro que estou no lugar à janela! Ao meu lado o F já dorme, e se souber que estou a escrever isto fico solteira. Temos estado a atravessar paisagens de sonho, cenários que povoavam o meu imaginário de criança e neste momento são reais e a um palmo de distância.

Já passámos por rios de largura impressionante, outros mais estreitos e congelados, e ainda outros semi congelados e com quedas de água pelo meio. Povoações quase soterradas em neve, onde practicamente não se vê ninguém, dá que pensar como é que há gente que vive tão isolada. O nosso destino é no interior na Noruega, não muito longe da fronteira com a Suécia. Um lugar que há muito queria visitar e desta vez aproveitei uma promoção do NSB (rede de comboios regionais) e pude adquirir bilhetes de comboio a metade do preço, o que proporcionou a oportunidade perfeita! Chama-se Røros.

Lá fora, neste momento, só se vê árvores e neve. Muita, muita neve! As pobres árvores parecem encolhidas perante a presença da neve, que se acumula confortavelmente sobre os seus ramos e lhes empresta peso. Se olhar meio absorta pela janela sinto-me num bolo de noiva coberto de glacé branco, e as árvores são enfeites a brotar do seu topo. Já passámos por montanhas e vales, lagos e planícies desertas. Isto é lindo!

De vez em quando vê-se uma casinha solitária, de madeira, e geralmente pintada com alguma cor alegre. Predominam o vermelho e amarelo torrado. Todas têm alpendres, algumas exibem recortes na madeira em forma de corações ou outros adornos – a sério que parece um cenário retirado de um conto de fadas! Alguém desse lado via a Pipi das Meias-Altas? Apesar de ela ser sueca, é precisamente no mundo dela que estou agora.

nocomboio
Troca de comboio em Hamar

Para já vou deixar o computador porque isto é tudo muito bonito mas estou a ficar mal disposta de estar a escrever. Realmente nos livros/filmes e na nossa imaginação corre sempre tudo muito melhor! 😀 Vamos fingir que não, mas esta coisa de escrever no comboio não resulta muito bem. Felizmente, tal como nos aviões, eles oferecem sacos de papel para quem se sentir mal até ao extremo (se é que me entendem).

Até logo/amanhã. Logo se vê. Fiquei atentos ao Instagram Stories! Prometo que não se arrependerão.

3 thoughts on “No comboio

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Um Site da Web WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: