Pensamentos Aleatórios

Burocracias

Sabes aquelas alturas em que tens que andar a “tratar de coisas”, falar com a organização X ou Y, e ir aqui ou ali até finalmente ficar tudo resolvido (ou não)? E quando tens que andar para trás e para a frente com o mesmo assunto, que vai passando de funcionário em funcionário, e percebes que no fundo ninguém sabe bem o que está para ali a fazer…? Aquela frustração clássica do cidadão comum. Sabes? De certeza que já passaste por isto! Agora imagina ter que passar por isto, mas com dois países diferentes…

Ao longo das últimas semanas tive que tratar de diversos assuntos entre Portugal e a Noruega, e por entre muitas lágrimas (haha!) ainda me ri um bocadinho, com a ENORME diferença entre os dois países e a forma como os processos decorrem. No que toca à competência dos funcionários, ou pelo menos o nível de informação/boa vontade de uns e de outros, os problemas mantém-se os mesmos… Afinal de contas, somos todos humanos. Nem vou entrar por aí!

O que quero mesmo falar, por exemplo, é dos serviços online. Aqui (Oslo) já fiquei mal habituada, porque qualquer coisa se resolve com dois ou três cliques ou até por sms. Está tudo automatizado e quanto menos contacto interpessoal houver, melhor. Pela minha experiência, no geral, tudo corre às mil maravilhas! Já quando quero utilizar serviços online Portugueses… Basta-me referir como exemplo a necessidade não só do Cartão de Cidadão, os códigos do cartão (em papel!) e como se não bastasse o leitor do cartão (que qualquer cidadão comum tem, claro). Resultado, se quiser recorrer aos serviços online… tenho que ir à Embaixada! E com jeitinho eles deixam-me usar o computador e não tenho que levar o meu. 😀

Depois a comunicação entre as pessoas, nomeadamente troca de emails. Se há coisa que adoro nos noruegueses é a poupança nos floreados e o facto de irem directos ao assunto. Não há cá linguagem pomposa e texto desnecessário, diz-se o que se tem a dizer e pronto, com um simples “olá” e “cumprimentos” no final da mensagem. Já com Portugal… As respostas foram rápidas e a informação estava lá, mas no meio de linhas e linhas de texto desnecessário e palavras caras – palha! E, como não poderia faltar, o clássimo “Exma Senhora Maria” em cada santo email. Vá lá, não sou doutoura nem engenheira, senão ainda seria tudo mais formal, se possível! Confesso-te que é muito cómico navegar entre estes dois mundos.

Mas nenhum é melhor que o outro, na minha humilde opinião, são apenas diferentes. Talvez a Noruega esteja mais à frente nas tecnologias, mas os portugueses têm mais tacto no atendimento ao público.

Quando finalmente conseguir acabar de “tratar das coisas” poderei respirar fundo e fazer mais piadas, agora vou ali gritar um bocado na almofada antes de retomar todos os emails a que tenho que dar seguimento – seja em português pomposo ou norueguês de mulher das cavernas.

Até à próxima!

_______

Segue o Lugar à Janela nas redes sociais! 🙂
FacebookInstagramPinterest

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s