Pensamentos Aleatórios

Mudar de dramas

Em Março mudei de medos e agora em Maio mudo de dramas. Finalmente descobri a utilidade de ter pais (avós do meu filho) por perto, mas o destino (…ou a pessoa que organizou as sessões de cinema…) resolveu dar-me um golpe baixo.

Quis ter um encontro romântico e ir ao cinema, aproveitando esta coisa fantástica chamada babysitters, e ver o novo filme dos Avengers em 4DX para manter a tradição. Depois de 9 meses de gravidez em que não me podia meter nisso, agora era o momento para voltar a viver aquela alegria! Mas não…

Primeiro não havia sessões 4DX durante os dias em que os avós estiveram de visita, e depois (tortura!) surgiu uma mas a hora não era apropriada para quem tem um bebé pequenino e precisa de manter algumas rotinas intactas.

“Toma lá ajuda, mas só um bocadiiinho”, disse-me a vida. #drama
“Dá-te por contente que ainda consigas ir ao cinema”, disse-me a minha irmã (mãe de 3 filhos), em relação a isto. #vozdasabedoria

Certo. Got it. Aprendi assim que quem se torna mãe tem de mudar de medos e também de dramas. As mães não podem dar-se ao luxo de viver sessões de cinema divertidas que nem montanhas russas de 3 horas, só sessões de cinema normais… e com muita sorte!

Se a Mia do passado achava que conciliar planos e encontros com horários de trabalho e turnos trocados era complicado, a do presente está a rir-se. Muito. Com gargalhadas maléficas!

No fim a sessão de cinema foi super bem passada. O efeito secundário de tudo isto é que agora damos mais valor a estes raros (indeed!) momentos a sós! 🙂 Obrigada avós do Cotãozinho, sem vocês não teria sido possível.

~~~~~~~
O Lugar à Janela nas redes sociais:

FacebookInstagramPinterest * Twitter

Follow my blog with Bloglovin

9 opiniões sobre “Mudar de dramas”

  1. Maria, todos nós passamos por o mesmo!
    Ir jantar ou ir ao cinema, era um verdadeiro acontecimento, não tive ajuda de ninguém. Mas já passou 😁

    Liked by 1 person

  2. Sem stress. Vais criar outros momentos e descobrir outras formas de gozar a vida. Como sabes cá em casa o Miúdo faz tudo connosco e ao fim de 5 anos fomos finalmente ao cinema… para ver filmes de desenhos animados LOLLLLLL.
    Nós tínhamos quem ficasse com ele mas estes momentos vão passar tão depressa que não os queremos perder.

    Liked by 1 person

  3. Os primeiros tempos são difíceis, eles são muito pequenos, nós ainda temos as hormonas às cambalhotas… mas a pouco e pouco ajustamo-nos à realidade. Ou ajustamos a realidade a nós… Beijinhos

    Liked by 1 person

  4. Nunca se acomodem a “não ter” esses momentos a dois…seja com a ajuda de avozinhos, amigos, babysitters, vizinhos, etc.
    São momentos de equilíbrio fundamentais quando os filhos surgem. É uma espécie de “adubo”… como o que se põe de vez em quando nas plantas que cuidamos!

    Liked by 1 person

  5. Gostei desse ponto de vista! 🙂 Até agora temos sido muito felizes juntos, claro que os desafios para a relação a dois são óbvios, mas quando se mete tudo na balança o saldo parece ser positivo. E por sorte eu até gosto de filmes de animação haha!
    beijinhos

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s