Janelinha Pop-up, Norueguices

Meus ricos impostos

Só depois de escrever esse título, já que vim aqui parar lançada e inspirada, é que reparei na ironia da coisa. Mas vou mantê-lo, serve o propósito. Quero fazer um género de elogio aos impostos, só para quebrar um bocadinho o tom com que habitualmente se fala sobre eles.

Tive o Cotãozinho num hospital público, onde fui atendida por excelentes profissionais como já vos contei aqui. Não sei como seria essa situação noutro país mas lembro-me que fiquei boquiaberta quando entrei no quarto privado que me foi atribuído após o exame inicial. Aqui está (parte d’) ele:

Março

Quando a dor apertou tomei um banho de imersão quentinho naquela banheira, para relaxar. Comigo no quarto estavam o F e uma parteira, “a minha parteira”, disponível para tudo o que precisássemos! Senti-me muito bem entregue nas condições que tive e chegámos a comentar isto: “meus ricos impostos”.

Quando o Cotãozinho ficou internado, e depois de eu ter alta do hospital, tivemos direito a ficar num hotel ali ao lado com as despesas pagas e em regime de Pensão Completa. Foi crucial para estarmos descansados e com as energias empenhadas no que era importante! Também comi umas belas sobremesas, graças a isso. Ai aquele crumble de maçã…

Para nos deslocarmos para e do hospital precisámos de recorrer a táxis. Uma das enfermeiras, a que nos deixou mais “saudades”, fez questão de nos informar (pura boa vontade!) que fazendo um requerimento online temos direito a reaver esse dinheiro.

De resto o acompanhamento ao bebé é gratuito e tem sido muito bom. Tem uma helsesøster (“irmã da saúde”, género de jordmor para ele) a acompanhá-lo e os médicos especialistas que necessitar. Há também uma grande atenção à questão da depressão pós-parto, é oferecido apoio psicológico à mãe e as coisas não são pintadas de cor-de-rosa, fazem-nos ver que a maternidade é um grande desafio e temos de cuidar bem de nós. Até ver, estou impressionada e satisfeita.

E pronto. Não sei se isto é por ser na Noruega, talvez algumas coisas sejam, mas assim vale a pena ser positiva e estar agradecida. Às vezes custa pagar tanto ao final do mês e parece que não vemos retorno desse dinheiro, mas neste caso serviu realmente para alguma coisa, quando vou pensar nisso. Espero que convosco haja situações semelhantes, sem a “parte má”, claro!

Continuação de boa semana 🙂

~~~~~~~
O
Lugar à Janela nas redes sociais:
FacebookInstagramPinterest * Twitter

Follow my blog with Bloglovin

 

8 opiniões sobre “Meus ricos impostos”

  1. Xi Mia…aqui os impostos são puro bicho papão.
    O SNS está pela hora da morte e áreas nobres como a justiça e educação são postas de lado.
    Todos os dias ( a imprensa aumenta também a “coisa”, bem sei) saem noticias de dinheiros aos bancos, a grandes empresários, desvios destes e daquele ( Berardos e companhia limitada).
    Eu até concordava se realmente visse hospitais e escolas renovad@s, profissionais de saúde satisfeitos – com dotações seguras, professores realizados e empenhados… tudo isto resultante de bons locais de trabalho e remunerações compatíveis…
    A educação não é assim tão gratuita e a saúde cada vez menos. Impera o “xutar” para o privado…
    Mas enfim, bom de saber que por essas bandas se vê o retorno do vosso trabalho e principalmente que tiveste uma excelente experiência de maternidade.

    Liked by 1 person

  2. Quando mais de metade do ordenado vai para impostos para pagar corrupção e criar cada vez mais incertezas sobre o nosso futuro não se pode dizer que ricos impostos.
    No SNS não existem quartos particulares (no mínimo têm 2 camas), existe chuveirinho mas não banheira, não tens parteira própria e o mais certo é que nem seja a tua obstetra a assistir ao parto, não tens hotel ao lado, a comida e deslocações são pagas por ti ou então tens a “sorte” de ser uma coisa muito grave e haver uma vaga numa instituição mas só para 1 pessoa.
    Temos um serviço de saúde muito.bom comparado com muita coisa que se passa pela Europa, tanto que muitos estrangeiros estão a arranjar cá morada fiscal mas a realidade é duma miséria e dum desrespeito pelo ser humano incrível, com.pessoas abandonadas á sua sorte nos corredores, a passarem quase 1 dia nas urgências.
    Isto podia ser tão bom mas não vale nada. Fica aí porque aí tens tranquilidade no futuro e certezas nos impostos e descontos.

    Liked by 1 person

  3. Este país está longe de ser perfeito, mas em algumas coisas continua a ser melhor que muitos. Quanto a Portugal confesso que cada vez que vejo as notícias fico mal disposta, ou mesmo quando falo com alguém que está aí da minha geração e vejo o desânimo.
    Não sei como seria a maternidade aí, os casos que conheço foram no privado. Mas aqui conheço quem se queixe, também, e já ouvi falar muito mal dos serviços de saúde. Até agora a minha experiência tem sido positiva, salvo algumas excepções.
    beijinhos!

    Gostar

  4. Pois lá está, à conversa com algumas pessoas já cheguei à conclusão que aí se desconta quase tanto como aqui, em certos casos. E sabendo eu o retorno que se tem, num sítio e no outro, fiquei mal impressionada. Arrepia-me um bocado… Penso que se algum dia voltar para Portugal e sabendo estas coisas fico maluca.
    beijinhos!

    Gostar

  5. A ideia que tenho é que muitas vezes as pessoas, se podem, optam pelo privado… Mas aqui também é assim, ainda não me aconteceu mas ouço muitas histórias, gente descontente com as condições. Vou vendo aquilo em que tropeço, desta vez felizmente correu bem.

    Gostar

  6. Lá está… é completamente o oposto de Portugal… pagam-se tantos impostos mas depois somos tratados como Reis…
    É pena que em Portugal o tratamento seja horrível, quando comparado com países como a Noruega.. 😦

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s