Norueguices

(1) Comprar casa aqui

novasjanelas-1
O arco-íris cá de casa, Natal 2019 @ Oslo, Noruega

Eu avisei que isto ia dar Norueguices. Comprar casa aqui é diferente do que comprar casa em Portugal; o processo é complexo, stressante e exigente. Porquê? Vou tentar resumir…

Quando optamos por comprar casa a primeira coisa a fazer é ir ao banco saber o que valemos, o que estão dispostos a emprestar-nos. Depois pegamos nesse número e olhamos para a oferta no mercado, com muita atenção e dedicação, porque na maior parte dos casos as casas vendem-se numa questão de dias… Nota: claro que me vou referir principalmente ao mercado de Oslo, porque é o que conheço, onde comprei. Sei que o de Stavanger é semelhante ou pior, e que por todo o país as regras são as mesmas (a concorrência é que pode não ser tanta como aqui).

Quando uma casa é colocada à venda o anúncio aparece online com o preço em que está avaliada, a data e hora(s) em que é possível visitar (open house), fotografias bonitinhas e outras informações relevantes. Caso tenhamos interesse naquilo que vimos no anúncio há que pedir ao agente imobiliário a documentação da casa e ler tudo com muuuuuuuita atenção, todas as letras pequeninas e avaliações técnicas lá apresentadas – isso é o mais perto que teremos de ver o estado real da casa.

A visita à casa não dura mais do que um par de horas; estarão presentes o agente imobiliário e todos os potenciais compradores. Serve para verificar o que conseguirmos/pudermos e fazer jogo psicológico com os outros… porque quem está interessado vai a leilão connosco, por norma no dia seguinte.

Esse leilão dá-se por telefone e vamos recebendo as actualizações por sms, muitas vezes em intervalos de 30 minutos, sob constante pressão do agente (que quer subir o preço, claro) e das ofertas dos outros interessados. Recapitulando: vemos um anúncio online, visitamos a casa durante umas horas e de repente aterramos num leilão rápido e intenso. Posso dizer que, até à data de hoje, isto foi das situações mais enervantes e esgotantes em que já participei (e eu tive um filho há pouco tempo haha!). É preciso ter nervos de aço e muita noção daquilo que podemos ou não apostar, e como/quando/se o devemos fazer. Isto porque não se pode voltar atrás nas ofertas (caso seja aceite pelo vendedor somos obrigados por lei a ficar com a casa por aquele valor)!… Ou seja, agir de cabeça quente pode saír (literalmente) muito caro – mas enquanto o leilão decorre a nossa vida cá fora continua no ritmo normal e há que equilibrar tudo. É uma loucura, a sério!

Mas o drama (ha!) não se fica por aí, ah não! Continuo isto num próximo artigo (aqui!), porque este já está a ficar muito longo. Espero que até aqui tenha sido interessante. Conhecem mais algum mercado imobiliário assim?

Até já!

PS: Agora começam a perceber porque dizia que andava numa fase louca das nossas vidas…

5 opiniões sobre “(1) Comprar casa aqui”

  1. O Mercado imobiliário aqui também não é fácil, mas é mais porque as casas estão a preços absurdos e a maior parte das pessoas não está a conseguir comprar. Isso do leilão não dava para mim!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Confesso que costumava devorar programas do UK sobre comprar casa, particularmente o “Location Location Location”. Foi assim que aprendi boas dicas para quando começasse a ver casas… Mas depois vi a diferença das regras e assustei-me! Os preços em Oslo também são uma loucura, mas se bem me lembro aí conseguem ser piores.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Google

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Facebook

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Conectando a %s